domingo, 27 de setembro de 2015

Healthy Lifestyle | #9 - Aveia

Olá Olá, hoje trago um dos alimentos que tem vindo a entrar em força na minha dieta alimentar. A aveia.

Foi um dos primeiros alimentos a receber o título de funcional – além de fornecer substâncias essenciais ao organismo, ela é capaz de prevenir certas doenças.

imagem retirada do google


A aveia (Avena L.), é uma planta pertencente à família Poaceae. É composta por aproximadamente 450 espécies. Sendo as mais cultivadas a Avena sativa e Avena byzantina. Este cereal é rico em fibras e pode ser encontrado na forma de farinha, flocos e farelo.


Benefícios: 

Traz saciedade - A aveia possui dois tipos de fibras: uma parte são fibras insolúveis, como a celulose, que as enzimas do nosso corpo não conseguem "quebrar". No entanto, o destaque do cereal são suas fibras solúveis, as beta-glucanas, que são parcialmente digeridas pelo intestino. Elas absorvem a água que está no órgão e a "sugam". Dessa forma, elas crescem de tamanho e vão formando um gel que forra a parede do estômago e do intestino, retardando o esvaziamento gástrico e prolongando a saciedade. Sendo assim, o consumo de aveia é interessante para quem faz dieta. 

Mantém o intestino em ordem - Uma das funções mais conhecidas da aveia é a de regular o intestino. As grandes quantidades de fibras do alimento, quando entram em contacto com a água, formam um gel que estimula o funcionamento do trânsito intestinal. O órgão, por sua vez, quando está a ser estimulado, elimina as substâncias tóxicas mais rápido e estimula a renovação celular. Isto diminui a probabilidade de cancro intestinal.

Ajuda a defender o organismo -  A aveia não tem uma acção directa na nossa imunidade, porém, ao melhorar o trânsito intestinal, ela pode aumentar as defesas orgânicas do nosso corpo, uma vez que contribui para a saúde da flora intestinal. 

Previne doenças crónicas -  O cereal também age no controlo da glicose e do colesterol. A glicose e o colesterol ficam mais tempo "presos" no gel que ela forma, para depois serem absorvidos. No caso dos açúcares, isso diminui o tempo de absorção dos carboidratos, melhorando os níveis glicemicos. Por isso, o consumo de aveia é recomendado aos diabéticos. A ingestão do cereal, especialmente na forma de farelo, também é benéfico para quem tem colesterol alto, já que há uma diminuição em até 10%. 

Traz mais bem-estar - Por ser uma fonte proteica, a aveia contém triptofano, um precursor da serotonina, neurotransmissor responsável pelo controlo do nosso humor, conhecido como amigo do bem-estar). Para a conversão de um para o outro, é necessária a ação de uma enzima, que só funciona bem quando os níveis de alguns nutrientes estão adequados, entre eles, o magnésio, encontrado também em boa quantidade no cereal. Sendo assim, a aveia pode ser uma aliada extra no combate à tristeza e até mesmo da depressão.

Faz bem à pele - Como é um alimento rico em silício e proteínas, o consumo de aveia também é bom para a renovação de tecidos, como a pele. Isso ajuda nas divisões celulares e deixa o tecido com uma melhor aparência, além de mais saudável.